Patagonia_Chile_Villa OHiggins_Carretera Austral
América do Sul, Aysén, Chile

REFUGIO PUESTO RIVERA – um refúgio no final da Carretera Austral

 

.

No verão de 2020 nós, Paula e Ramon, tivemos mais uma temporada na Patagônia, nosso lugar preferido do planeta. Foram 3 meses percorrendo desde El Calafate, na Argentina, até a Villa Cerro Castillo, no Chile.

No 35º dia de nossa viagem estávamos na Villa O’Higgins e fomos conhecer o refúgio de montanha Puesto Rivera, localizado no Parque Glaciar Mosco.

A Villa O’Higgins é um pequeno vilarejo localizado no final da sublime Carretera Austral, com o mínimo de infraestrutura para atender moradores, turistas e viajantes. Está rodeada de belíssimas montanhas e lagos patagônios.

O Parque Glaciar Mosco é o último parque da Carretera Austral que pode ser visitado a pé, e é administrado pelo município da Villa O’Higgins. Sua entrada é gratuita e as principais atrações são: Miradores Cerro Santiago, Mirador La Bandera, Mirador del Valle, Refugio Puesto Rivera, rio Mosco, Mirador La Dormilona e Glaciar Mosco.

Neste post iremos detalhar a trilha para o Mirador del Valle, refúgio Puesto Rivera e rio Mosco.

Você também pode ver esta trilha no YouTube.


Menu do post

  1. Resumo
  2. Melhor época
  3. Como chegamos
  4. Roteiro e dia-a-dia
  5. Observações
  6. Custos
  7. Dados sabáticos
  8. Valeu?
  9. Quer mais?

Resumo da caminhada

  • País: Chile
  • Província: Aysén
  • Cidade: Villa O’Higgins
  • Início e Fim: Villa O’Higgins
  • Distância total: 18 km
  • Duração: 2 dias
  • Período: início de fevereiro de 2020
  • Tracklog: Wikiloc

Clique aqui para voltar ao menu.


Melhor época

Na minha opinião, a melhor época para caminhar pelas trilhas da Patagônia é entre janeiro a abril, quando não há neve e as temperaturas estão mais agradáveis. Em dezembro ainda há uma probabilidade de alguma trilha estar fechada, devido ao excesso de neve que sobrou da última nevasca. Em maio a temperatura cai bastante e a neve ressurge no cenário.

Vale observar que:

  • Toda a região próxima do campo de gelo Sul da Patagônia, que é o caso da Villa O’Higgins, tem um clima imprevisível, caracterizado principalmente pelas fortíssimas rajadas de ventos no verão.
  • Janeiro é quando tudo fica lotadíssimo. Se não gostar da multidão, tente evitar a região próximo a esse período.

Para você ter uma ideia, abaixo segue um histórico do clima durante o ano na Villa O’Higgins (fonte MSN).

Mês Temperatura (ºC) Precipitação máx. (mm) Neve (dias)
Janeiro
Fevereiro
Março
Abril
Maio
Junho
Julho
Agosto
Setembro
Outubro
Novembro
Dezembro
7 a 14
7 a 14
7 a 13
5 a 11
4 a 8
2 a 6
1 a 6
2 a 6
3 a 7
4 a 9
6 a 12
7 a 13
143
125
146
156
155
141
127
140
123
127
144
161
0
0
0
1
2
4
4
4
4
2
0
0

Clique aqui para voltar ao menu.


Como chegamos

Começamos nossa viagem pelo aeroporto de El Calafate, na Argentina. Depois de 7 dias por lá, partimos de ônibus para El Chaltén, saindo da rodoviária de El Calafate.

Ficamos 19 dias caminhando em El Chaltén, e então seguimos para a Villa O’Higgins pelo Cruce Internacional Glaciares, passando por estradas de rípio, lagos e trilha.

Na Villa O’Higgins ficamos acampados no aconchegante Hostal El Mosco, de onde saímos caminhando até o início da trilha para o refúgio Puesto Rivera, localizado dentro do Parque Glaciar Mosco.

Clique aqui para voltar ao menu.


Roteiro

Fizemos a caminhada em 1 noite e 2 dias, como segue:

  1. Villa O’Higgins → rio Mosco → refúgio Puesto Rivera
  2. refúgio Puesto Rivera → Villa O’Higgins

Dia 1: Villa O’Higgins → rio Mosco → Puesto Rivera

Distância
Tempo sem paradas
Subida acumulada
Descida acumulada
Altitude máxima
10 km
4h30min
680 metros
490 metros
530 metros

A trilha começa no Parque Glaciar Mosco, na própria Villa O’Higgins, a alguns minutos caminhando desde o Hostal El Mosco.

Dentro do parque seguimos até o Mirador Cerro Santiago, onde tivemos uma bela vista da Villa O’Higgins. 

Patagonia Chile
vista para a Villa O’Higgins

Atrás do Mirador Cerro Santiago há uma bifurcação, onde seguimos na direção do Mirador Del Valle. Alguns dias atrás havíamos percorrido a trilha na outra direção, até o Mirador La Bandera. Vale a pena dar uma conferida no post.

Fomos subindo até o Mirador del Valle, onde tivemos uma boa panorâmica do vale, claro! 

patagonia_Chile_Villa OHiggins
Mirador del Valle

O dia estava bem agradável e ficamos um tempinho apreciando a paisagem no mirante. No lado oposto do vale avistamos o Glaciar Mosco, lá longe.

Patagonia_Chile_Villa OHiggins_Carretera Austral
vista para o Glaciar Mosco desde o Mirador Del Valle

Continuamos na trilha dentro da floresta, em pequenos sobe-e-desces e muitos trechos com barro. Vários pedaços de madeira nos ajudavam a passar riachos e lama. A trilha estava bem demarcada e sinalizada. É impossível se perder.

Assim seguimos até começarmos a caminhar ao lado do nervoso rio Mosco. Percebemos que a trilha deve ter colapsado ao lado do rio e um novo caminho foi aberto dentro da floresta. A trilha ficou mais barrenta, e algumas raízes insistiam em crescer no caminho. Também teve um cruzamento de um riacho que tivemos que sentar em cima de um tronco e ir escorregando até a outra margem do rio.

Seguimos em uma caminhada dentro do bosque até o refúgio de montanha Puesto Rivera (veja o refúgio no vídeo do YouTube). É uma casinha de madeira com uma porta, duas janelas que abrem, uma janela fixa de vidro e uma pequena varanda. Em seu interior encontramos uma mesa e bancos fixos juntos à parede. No livro do refúgio, percebi que são poucas as pessoas que passam por lá. O banheiro é uma latrina no lado de fora.

Deixamos nossas mochilas no refúgio e seguimos caminhando. A trilha nos levou mais próximo do rio Mosco, mas o glaciar fica escondido nas montanhas. Achamos tudo sem graça. 

Patagonia_Chile_Villa OHiggins_Carretera Austral
rio Mosco

Pelo MapsMe a trilha continuava mais um pouco, talvez siga até o Mirador La Dormilona, mas estava bem ruim de caminhar. Desistimos de continuar e voltamos para o refúgio.

No refúgio limpei o chão de madeira com uma vassoura e ainda joguei um pouco de cloro que havia por lá. Depois de tudo bem limpinho, inflamos nossos isolantes, nos enrolamos no saco de dormir e dormimos no chão. Para esta trilha não levamos nossa barraca, a deixamos no Hostal El Mosco. 

Clique aqui para voltar ao menu.

Dia 2: refúgio Puesto Rivera → Villa O’Higgins

Distância
Tempo sem paradas
Subida acumulada
Descida acumulada
Altitude máxima
8 km
3 horas
380 metros
560 metros
530 metros

Voltamos pelo mesmo caminho que viemos no dia anterior. Neste dia vimos umas dez pessoas indo em direção ao refúgio com pequenas ou nenhuma mochila. Iriam fazer a trilha e voltar no mesmo dia.

Depois que voltamos para a Villa O’Higgins, nos falaram que houve um desabamento na trilha alguns anos atrás. Não sei se ainda é possível chegar no Mirador La Dormilona. Mas como o acesso ao mirador está complicado, provavelmente é por isso que poucas pessoas usam o refúgio Puesto Rivera. Sem dúvidas, o que mais valeu a pena nesta trilha foi o Mirador Del Valle.

Descansamos no Hostal El Mosco e no dia seguinte continuamos a explorar os arredores da Villa O’Higgins. Fomos até o Cerro Submarino.

Clique aqui para voltar ao menu.


Observações

  • A entrada do Parque Glaciar Mosco é gratuita.
  • O refúgio Puesto Rivera é o único local permitido para pernoitar no Parque Glaciar Mosco.
  • Em 2020 não conseguimos chegar no Mirador La Dormilona. Vale perguntar como está a trilha até este mirante. Para ir até este mirante é necessário dormir uma noite no refúgio.
  • Se o acesso ao Mirador La Dormilona não estiver habilitado, não vale a pena ir até o refúgio Puesto Rivera. Vá somente até o Mirador Del Valle que fica a 50 minutos da Villa O’Higgins.
  • Chegamos na Villa O’Higgins por El Chaltén, e demoramos 5 dias no imprevisível Cruce Internacional Glaciares. O modo mais fácil de chegar na Villa O’Higgins é de ônibus partindo de Cochrane.
  • A internet em toda Villa O’Higgins é muito fraca e rara. Há internet gratuita ao lado da biblioteca municipal.
  • Cartão de crédito é aceito na vila, mas levar dinheiro físico é mais garantido.
  • Não se esqueça da jaqueta impermeável e corta-vento. Villa O’Higgins fica próximo ao Campo de Gelo Sul da Patagônia, e o clima desta região é conhecido como imprevisível.
  • Caso queira se aventurar nesse destino, te desejo boa sorte, ou bons ventos como estão dizendo por aí ultimamente. Lembrando que cada um tem que se auto-avaliar para entender se tem condições físicas, psicológicas e técnicas para se enfiar na natureza. O que é fácil e divertido para alguns, pode ser um grande desafio e chato para outros.

Clique aqui para voltar ao menu.


Custos

Seguem alguns custos em pesos chilenos (CLP), dólares americanos (USD) e equivalentes em reais (BRL), conforme o câmbio e preço da época (fevereiro de 2020).

Gastos no Cruce Internacional Glaciares

  • Cruce Internacional Glaciares, incluindo todos os transportes de El Chaltén a Villa O’Higgins, individual: $USD 120 ($BRL 480)
  • Camping, em Candelario Mancilla, diária individual: $USD 5 ($BRL 20)
  • Refeição, em Candelario Mancilla, individual: $USD 15 ($BRL 60)
  • Café da Manhã, em Candelario Mancilla, individual: $USD 11 ($BRL 44)
  • Quarto, em Candelario Mancilla, diária individual: $USD 15 ($BRL 60)
  • Pão, em Candelario Mancilla, unidade: $USD 1 ($BRL 4)

Gastos na Villa O’Higgins

  • Pão, unidade: $CLP 200 ($BRL 1)
  • Empanada, unidade: $CLP 1500 ($BRL 8)
  • Café, na cafeteria Nortweste, unidade: $CLP 3000 ($BRL 16)
  • Mercado para Hostal, comida para cozinhar no Hostal, média diária individual: $CLP 9320 ($BRL 51)
  • Mercado para trilha, comida para trilha, média diária individual: $CLP 7000 ($BRL 38)
  • Camping El Mosco, diária individual: $CLP 7130 ($BRL 40)

Clique aqui para voltar ao menu.


Dados sabáticos até aqui

5880 km trilhados
142 cidades
8 países
2 ano e 8 meses

Clique aqui para voltar ao menu.


Este post vale 1 real?

Nos ajude a pagar a hospedagem deste site e mantê-lo vivo. Se quiser nos ajudar, com qualquer valor, poderá usar a nossa chave Pix: doe@mochilaosabatico.com

😉 Obrigada!!!!


Quer mais?

Tem muito mais aqui no blog e nas mídias:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.