Argentina, Neuquén

VULCÃO LANÍN – trilha até a base de sua face Sul

Depois de passarmos alguns dias explorando a Villa La Angostura, partirmos para o Parque Nacional Lanín.

Nossa primeira caminhada foi para conhecer a base, da face Sul, do vulcão Lanín.

Lanín está localizado na fronteira entre a Argentina e o Chile. Faz parte de dois parques nacionais: Lanín na Argentina e Villarrica no Chile.

Como chegamos

De ônibus, saímos da Villa La Angostura e fomos até San Martín de Los Andes. E de lá, com outro ônibus e mais 1 hora de viagem, chegamos em Junín de Los Andes. Os ônibus saem diariamente em vários horários.

Chegamos em Junín em uma sexta-feira à tarde. Não vimos nada de interessante para se fazer nesta cidade. Estávamos na última semana de dezembro, e havia somente dois horários de ônibus para o Parque Nacional Lanín: sexta-feira e domingo, ambos os dias às 13h15. Em janeiro a frequência de ônibus aumenta, saindo ônibus todos os dias.

Sem muito o que fazer, tivemos que aguardar o ônibus até domingo, e ficamos duas noites em Junín, no camping Mallin.

No domingo, seguimos rumo ao Parque Nacional Lanín. Descemos no ponto final do ônibus, que fica no meio entre os lagos Huechulafquen e Paimún.

No lago Paimún, moradores atravessam os visitantes em botes, para iniciarem uma travessia a pé até o lago Lolog, ou para acampar no camping Ecufue. E pasmem, há internet neste camping.

Resumo do trekking

  • País: Argentina
  • Cidade próxima: Junín de Los Andes
  • Início: camping Ecufue, lago Paimún
  • Fim: camping Ecufue, lago Paimún
  • Distância total: 24 km
  • Duração: 1 dia
  • Subida acumulada: 1060 metros
  • Descida acumulada: 1070 metros
  • Altitude máxima:1866 metros
  • Tracklog: Wikiloc
  • Período do trekking: final de dezembro de 2018
  • Dificuldade: Moderada

Seguem mapa e elevação da trilha:

Trilha

Saímos do camping Ecufue, e atravessamos o lago Paimún, em um bote, com a ajuda dos moradores. Caminhamos no começo pela estrada, até entrarmos na trilha.

No mapa do parque, a trilha começa em Puerto Canoas, onde há um guarda parque, mas como nosso camping era um pouco distante, não passamos em Puerto Canoas.

Andamos um pouco e logo encontramos a trilha oficial, que é a etapa 8 da Huella Andina. Caminhamos pelo bosque, atravessamos o riacho Rucu Leufú, que nos acompanharia por um bom trecho, e seguimos na floresta em uma tímida subida.

Passamos por uma área de escorial, sempre subindo levemente, mas sempre subindo.

Uma placa indicava que ali seria o último ponto de água. Coletamos água, e partimos. Acima nos deparamos com um riacho, originário do degelo da neve. Era final de dezembro. Não sei se em abril, haveria água neste local, e por isso o aviso de último ponto de água.

E então tivemos nossa primeira vista do vulcão, que nos acompanharia até chegarmos onde seria a base da face Sul do Lanín.

Encontramos uma placa informando o final da trilha, e que o comedor estaria a 7 km em frente.

Andamos um pouco mais para ter uma vista mais próxima. Infelizmente neste dia o cume do vulcão estava encoberto por nuvens, mas mesmo assim deu para sentir sua grandiosidade.

Atrás uma bela vista do vale, lagoa e mais montanhas.

Depois de apreciarmos a paisagem, voltamos pela mesma trilha até o camping Ecufue.

Dicas

  • Comece a trilha o mais cedo possível, para evitar o forte Sol.
  • Se tiver, leve seu bastão de trekking.
  • É obrigatório o registro para fazer as trilhas no Parque Nacional Lanín, apesar de não percebemos nenhum controle e fiscalização. O registro é fácil e rápido, e pode ser feito online, no site do próprio parque.

Custos

Até este momento, em nossa Exploração Argentina 18/19, gastamos uma média individual de R$ 100 por dia.

Seguem alguns custos em pesos argentinos (ARS) e equivalentes em reais (BRL), conforme o câmbio que fizemos.

  • Ônibus de Villa La Angostura a San Martín de Los Andes, individual: $ARS 335 ($BRL 38)
  • Ônibus de San Martín de Los Andes a Junín de Los Andes, individual: $ARS 76 ($BRL 9)
  • Ônibus de Junín de Los Andes ao lago Paimún, individual: $ARS 190 ($BRL 21)
  • Camping Mallin Laura Vicuña, Junín de Los Andes, diária individual: $ARS 200 ($BRL 23)
  • Camping Ecufue, lago Paimún, diária individual $ARS 150 ($BRL 16)
  • Entrada do Parque Nacional Lanín, individual $ARS 350 ($BRL 40)

Cotação comercial em 26/12/2018:
$USD 1,00 = $BRL 3,93 = $ARS 37,95

Dados sabáticos

2074 km trilhados
186 noites acampando
59 cidades
4 países
1 ano e 6 meses

Quer mais?

Nós, Paula Yamamura e Ramon Quevedo, estamos curtindo uma vida sabática desde 2017, focando no que mais gostamos de fazer: viajar trilhando.

Nos acompanhe também em:

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s