Trilha das Cachoeiras (Vale do Itararé)
América do Sul, Brasil, Paraná, São Paulo

VALE DO ITARARÉ e ITAPEVA – para quem gosta de cachoeiras

Para quem gosta de cachoeiras, visitar o Vale do Itararé, na divisa entre os estados de São Paulo e Paraná, é obrigatório. Fazem parte do Vale do Itararé as cidades de Sengés (PR), Jaguariaíva (PR), Itararé (SP), e Bom Sucesso do Itararé (SP)

Para o turismo, Sengés é a cidade principal, situada no estado de Paraná, com várias cachoeiras. E Itapeva, no estado de São Paulo, que fica bem perto do Vale do Itararé, também é um ponto para ser visitado, devido ao Canyon de Pirituba.

Nesta viagem fomos de turistas normais e contratamos uma agência de turismo. Localmente a Rastur Ecoturismo e Aventura foi nosso guia. Você encontra eles no Facebook.

Clima

Para valorizar o banho de cachoeira o ideal é ir no Vale do Itararé nos meses mais quentes, e também é prudente evitar o meses mais chuvosos. Um meio-termo seria visitá-lo nos meses de outubro, novembro, fevereiro e março. Nós fomos em fevereiro e o clima estava perfeito, com somente algumas chuvas de verão no final do dia,

Média histórica do clima em Sengés (fonte: Climatempo)
Média histórica do clima em Sengés (fonte: Climatempo)

Onde se hospedar

Apesar de todo o pólo turístico ficar em Sengés, nos hospedamos a 27 km, na cidade paulista Itararé.

Os principais atrativos que visitamos são: cachoeira do Lageado Grande, cachoeira Erva-Doce, canyon Pirituba e trilha das cachoeiras.

Cachoeira do Lageado Grande

Para chegar na cachoeira do Lageado Grande ou Véu da Noiva percorre-se uma trilha leve de 8 km.

Trilha para cachoeira do Lageado Grande (Sengés, PR)
Trilha para cachoeira do Lageado Grande (Sengés, PR)

Além da cachoeira, também é possível aproveitar as piscinas naturais que cruzam a trilha.

Cachoeira do Lageado Grande (Vale do Itararé)
Cachoeira do Lageado Grande (Sengés, PR)
trilha-lageado-grande-piscinas-naturais
Piscina Natural na trilha do Lageado Grande (Sengés, PR)

Cachoeira Erva Doce

No mesmo dia que conhecemos a cachoeira do Lageado Grande, fomos depois na Cachoeira Erva Doce.

cachoeira-erva-doce
Cachoeira Erva Doce (Sengés, PR)

Neste dia deveríamos ter conhecido também o Cânion do rio Jaguaricatu, mas devido aos raios no final do dia tivemos que abortar.

Canyon Pirituba

No dia seguinte, fomo para Itapeva (SP), a 37 km de Itararé, onde fica o Canyon de Pirituba onde é possível visualizar a Cachoeira da Invernada.

canyon-pirituba-itarare
Canyon Pirituba (Itapeva, SP)
Cachoeira vista da trilha do Paraíso (Vale Itararé)
Cachoeira da Invernada vista do Canyon de Pirituba (Itapeva, SP)

No mesmo dia foi possível banhar-se mais uma vez em piscinas naturais.

rio-da-vaca-itararé
Piscina natural próximo ao Canyon Pirituba

Trilha das Cachoeiras

No terceiro dia fomos para a trilha das Cachoeiras, como o nome já dá a dica, tem várias cachoeiras nessa trilha. Fomos no Carnaval de 2008 e estava bem calor. E caminhando na trilha o calor só aumentava. Era ouvir um barulhinho de água, que já íamos tirando a roupa prontos para o ti-bum.

Cachoeira do Veadinho (Vale do Itararé)
Cachoeira do Veadinho (Vale do Itararé)

Foram 14 km de trilha com direito à parada em várias cachoeiras e piscinas naturais.

cachoeira-cabeceira-senges
Cachoeira da Cabeceira (Sengés, PR)

Outros atrativos

Não conseguimos visitar todos os atrativos da região. Ficaram faltando, entre eles:

  • Cânion do Rio Jaguaricatú
  • Poço do Encanto
  • Cachoeira do Corisco
  • Gruta da Barreira

Para quem gosta de andar e se refrescar em águas refrescantes, vá também para Morro de São Paulo ou Chapada Diamantina na Bahia.

Dicas

  • As trilhas ficam em céu aberto, portanto não esqueça do protetor solar.
  • Também não aconselho ir de chinelo, pois o terreno muitas vezes é irregular.

Gostou?

Tem muito mais aqui no blog e em nossas mídias:

Este post vale 1 real?

Nos ajude a pagar a hospedagem deste site e mantê-lo vivo.

Qualquer doação é bem-vinda!

A contribuição mínima é de apenas 1 real. Mas se quiser doar mais, é só aumentar o número aí embaixo, ao lado esquerdo do botão de pagamento. 😉

R$1,00

2 comentários em “VALE DO ITARARÉ e ITAPEVA – para quem gosta de cachoeiras”

    1. Oi Cristiane,
      Que eu lembre, ficamos hospedados no Itararé Hotel.
      Em 2008 as trilhas que fizemos não tinham sinalização, sem guia e gps iríamos nos perder. Não sei como estão hoje.
      Uma opção para ir sem guia, seria ver se o aplicativo Maps.Me tem os trajetos. Estou começando a usá-lo e ele é bem detalhado. Também é possível baixar o mapa no celular e usá-lo off-line.
      Espero ter ajudado.
      Abs

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.