Argentina, Sabático

LOS LAGUITOS – um refúgio com espelho d’água

El Bolson é uma cidade Argentina, localizada na região da Patagônia, na província de Rio Negro, perto de Bariloche. É o ponto de partida para vários refúgios de montanha.

Já tínhamos conhecido o refúgio Motoco, na cidade vizinha Lago Puelo e nos informaram que o refúgio Los Laguitos é o mais bonito. Fomos conferir.

Como chegamos

Nossa parada anterior foi Lago Puelo, cidade vizinha de El Bolson. Com um ônibus coletivo chegamos em El Bolson, onde passamos a noite em um Airbnb.

Para chegar no refúgio Los Laguitos, pegamos um táxi em El Bolson e em 20 minutos estávamos na chácara Wharton, onde começa a trilha para vários refúgios, sendo o último, Los Laguitos.

Chácara Wharton

Roteiro

No total foram 4 noites acampando, relatados com detalhes abaixo.

  • 1 noite no camping-refúgio El Ratamal
  • 2 noites no camping-refúgio Los Laguitos
  • 1 noite no camping-refúgio La Playita

    dia 1: Wharton – refúgio El Ratamal

    É uma trilha super fácil, sem obstáculos, passando pelos refúgios La Playita e Cajon del Azul. Além de pedestres, vimos crianças, bicicletas e quadriciclos circulando. Estes últimos abastecem os refúgios com suprimentos.

    Logo no início, passamos pelo mirador Loma de Los Piches.

    Mirador Loma de los Piches

    O primeiro refúgio é La Playita. São 2h30 até este primeiro ponto de descanso e onde vi muitos turistas.

    Refúgio La Playita

    Depois de mais 30 minutos, passamos pelo refúgio La Tronconada. Para chegar nele, tivemos que cruzar o rio por uma ponte quase caindo. Cruzamos a ponte, fui no banheiro do camping e seguimos nossa caminhada.

    Ponte para chegar no refúgio La Tronconada

    O correto seria atravessar o rio novamente e continuar no mesmo caminho. Mas como o GPS mostrava uma trilha no lado que estávamos, continuamos por lá mesmo. Acabou não sendo uma boa idéia, pois apareceu no caminho, uma cerca recém instalada. Tivemos que pulá-la para reencontrar a trilha oficial.

    Cerca no meio da trilha

    Só tivemos uma dúvida no caminho. Em uma bifurcação havia a sinalização para um caminho menos marcado e para o outro lado, sem sinalização, seguia o caminho do quadriciclo. Encontramos um argentino local que nos informou que ambos os caminhos levam aos próximos refúgios. Seguimos pelo caminho do quadriciclo.

    Fomos subindo e após 4h10 chegamos no refúgio El Retamal. 

    Elevação do dia 1

    Haviam várias pessoas dormindo no refúgio, mais uma barraca e 4 corajosos dormindo ao relento. Que friooo…

    Refúgio El Retamal

    Nós acampamos.

    Acampando no refúgio El Retamal
    Resumo dia 1
    Total percorrido
    Tempo
    Subida
    Descida
    Altitude máxima
    Dificuldade
    12 km
    4 a 5 horas
    479 metros
    326 metros
    740 metros
    Moderada Leve

    dia 2: refúgio El Ratamal – miradores – refúgio Los Laguitos

    Ainda no refúgio El Ratamal, há uma trilha curta de 1 hora, ida-e-volta para os Miradores e para o Paso de Los Vientos. Fomos conferir antes de ir embora.

    Paso de Los Vientos
    Mirador no refúgio El Retamal

    Após ver os miradores, seguimos para o refúgio Los Laguitos. O caminho continua muito bem sinalizado e com poucos obstáculos. 

    Trilha

    Passamos pelo refúgio Las Horquetas. Não havia ninguém por lá. Ainda bem que ficamos em El Retamal mesmo.

    Refúgio Las Horquetas

    Praticamente todo o percurso foi beirando o rio. 

    Trilha

    Faltando cerca de 1h45min para chegar no refúgio, nos distanciamos do rio e enfrentamos uma subida mais empinada. 

    Quase chegando no refúgio Los Laguitos

    Passamos por um bosque de árvores milenares, com troncos imensos. E logo depois, chegamos enfim, no refúgio Los Laguitos.

    Refúgio Los Laguitos

    No total, descontando as paradas, foram 4h50min de caminhada.

    Elevação do dia 2

    O refúgio Los Laguitos fica ao lado do lindo lago Lahuan, onde habitam alguns patos para dar mais charme à paisagem. 

    Patos no Refúgio Los Laguitos

    E quando chegamos ainda fomos abençoados por um belo espelho d’água.

    Lago no refúgio Los Laguitos

    Ah! Muito importante informar é que por 50 pesos argentinos, o responsável pelo refúgio esquenta água para tomarmos banho no chuveiro. Dormimos duas noites em Los Laguitos.

    Resumo dia 2
    Total percorrido
    Tempo
    Subida
    Descida
    Altitude máxima
    Dificuldade
    18 km
    5 a 6 horas
    910 metros
    590 metros
    1094 metros
    Moderada

    dia 3: Los Laguitos – lago Soberania – Los Laguitos

    Atrás do refúgio Los Laguitos fica a trilha que leva aos lagos Soberania e Escondido. Fomos até o lago Soberania. 

    Logo no começo da trilha passamos por uma pequena cabana de madeira, parecia abandonada.

    Trilha para o lago Soberania

    Para ir e voltar foram 4h00 em uma trilha sempre protegida do Sol. Pontos vermelhos pintados nos troncos de árvores, indicam o caminho. 

    A trilha é bem demarcada, mas há algumas árvores caídas atrapalhando o caminho. Ida com muita descida. E volta com subida.

    Elevação do dia 3

    O lago Soberania é maior que o lago do acampamento. No dia que fomos não havia espelho d’água, não sei se foi por causa do vento ou se pela correnteza do riacho e cachoeiras que acabam nesse lago.

    Lago Soberania

    Ao lado do lago Soberania há uma placa indicando a trilha para o lago Escondido. Vimos no GPS que ainda faltavam 3 km para este lago e desistimos. 

    Conversando com os refugieiros (não sei se é esse o nome da profissão), informaram que de Los Laguitos até o lago Escondido são 5 horas. E ao lado do lago Escondido passa uma estrada, mas segundo eles, essa travessia não está autorizada para turistas.

    Resumo dia 3
    Total percorrido
    Tempo
    Subida
    Descida
    Altitude máxima
    Dificuldade
    11 km
    4 a 5 horas
    387 metros
    366 metros
    1138 metros
    Leve

    dia 4: refúgio Los Laguitos – refúgio La Playita

    Saímos do refúgio Los Laguitos e fizemos o mesmo percurso de ida para voltar. Com uma diferença: desviamos um pouco para conhecer o Cajon del rio Azul.

    Desvio para o Cajon del Azul

    Um lindo Cânion bem perto do refúgio Del Azul.

    Cajon del rio Azul

    Neste desvio o caminho fica com mais cara de trilha, mais fechado, e com grandes pedras para ultrapassar.
    Continuamos seguindo e decidimos acampar no refugio La Playita, para ficar mais perto do ponto de ônibus no dia seguinte. 

    Refúgio La Playita

    Foram 5h50min de caminhada.

    Elevação do dia 4
    Resumo dia 4
    Total percorrido
    Tempo
    Subida
    Descida
    Altitude máxima
    Dificuldade
    19 km
    6 a 7 horas
    190 metros
    724 metros
    1111 metros
    Moderada Leve

    dia 5: refúgio La Playita – Wharton

    Saímos do refúgio La Playita em direção ao Wharton, onde o ônibus para El Bolson iria passar às 13h00.

    Foram 2h15min de caminhada tranquila. 

    Elevação do dia 5

    Chegamos às 11h30min em Wharton, e um local nos falou que o ônibus passaria às 14h00. Mas não foi bem assim. Às 13h00 estávamos a 10 metros do ponto de ônibus e o ônibus passou. Acenei, pulei, o motorista olhou para mim e não parou. O próximo ônibus passaria somente às 19h00.

    Sem muito o que fazer, começamos a andar até El Bolson e tentamos uma carona. Depois de quase 2 horas caminhando, conseguimos uma carona. Ufa!

    Desconsiderando o trecho de 8 km na estrada de terra, foram 7 km de La Playita até Wharton.

    Resumo dia 5
    Total percorrido
    Tempo
    Subida
    Descida
    Altitude máxima
    Dificuldade
    7 km
    2 a 3 horas
    328 metros
    269 metros
    636 metros
    Muito Leve

    Custos

    Custos em pesos argentinos para 1 pessoa.

    • Táxi de El Bolson a Wharton, total ida: $300,00
    • Camping nos refúgios, diária: $120,00
    • Chuveiro quente nos refúgios: $50,00
    • Cerveja artesanal nos refúgios: $150,00

    Cotação em 01/12/2017:
    US$ 1,00 = R$ 3,25 = $ argentinos 17,24

    Resumo do trekking

    • País: Argentina
    • Cidades próximas: El Bolson (14 km), Bariloche (134 km)
    • Início: chácara Wharton
    • Fim: chácara Wharton
    • Distância total: 74 km, considerando o trecho final na estrada de terra
    • Duração: 5 dias
    • Pontos de água: em todo o percurso
    • Subida acumulada: 2474metros
    • Descida acumulada: 2417 metros
    • Altitude máxima: 1138 metros
    • Mapa da trilhaWikiloc
    • Previsão do tempo: Windguru
    • Período do trekking: final de novembro de 2017
    • Dificuldade: Moderada. Necessário bom condicionamento físico.

    Dica

    • Para quem gosta de fotos, vale a pena ficar um dia no refúgio Los Laguitos só curtindo o lago e os patos.
    • Não é necessário carregar água. Há muitos pontos de água durante a trilha.

    Dados sabáticos

    736 km trilhados
    67 noites acampando
    25 cidades
    16 áreas naturais
    5,5 meses
    3 países

    Quer mais?

    Acompanhe nosso dia-a-dia no Facebook. Abaixo, veja as outras trilhas que fizemos na Patagônia:

    Cochamó
    Acampe em La Junta no lindo vale de Cochamó no Chile.

    Paso Rio Puelo
    Travessia em trilha, do Chile à Argentina, chegando em Lago Puelo.

    Refúgio Motoco
    Na cidade argentina de Lago Puelo, ao lado de El Bolson, começa a trilha que leva ao refugio Motoco.

    Bariloche
    Não é só de esqui que vive Bariloche. Vá conhecer o Parque Nahuel Huapi.

    Anúncios

    3 comentários em “LOS LAGUITOS – um refúgio com espelho d’água”

    Deixe um comentário

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s