Argentina, Sabático

MOTOCO – um refúgio argentino perto de Chile

O refúgio Motoco faz parte da Patagônia Argentina. Fica quase na divisa com Chile e pertence à Area Natural Protegida Rio Azul – Lago Escondido.

A trilha que leva até o refúgio, começa no território Mapuche, localizado na cidade argentina Lago Puelo em Chubut; e termina em Rio Negro.

Como chegamos

Chegamos de modo pouco usual. Saímos do Chile e cruzamos a fronteira argentina por uma trilha, pelo Paso Internacional Rio Puelo.

Chegamos em Lago Puelo, e descansamos no Camping Las Rosas que fica perto do centro da cidade. 

Da Passarela do rio Puelo, seguimos a trilha que vai até o Refúgio Motoco.

Camping Motoco

No total foram 2 noites acampando no camping, ao lado do refúgio Motoco. 

O refúgio fica ao lado do rio e são de 5 a 7 horas de caminhada desde a Passarela. Há uma pessoa que toma conta do lugar e cobra a diária individual de $ 150,00 para acampar. Também é possível dormir no refúgio, pagando um pouco mais.

A infraestrutura do camping é bem simples. Quem fica no refúgio tem um pouco mais de mordomia, pois ficará em um lugar quentinho e poderá usar a cozinha.

Quem quiser desembolsar dinheiro, eles vendem comida e refeições. Também oferecem banho.

A sensação que tivemos é que tudo está a venda. Nem um copo de água quente é de graça.

Do refúgio saem trilhas que levam até o lago Duke e ao pré-cume Roca del Tiempo.

Trilhas

Lago Puelo ao refúgio Motoco

Saímos do camping Las Rosas, perto do centro da cidade Lago Puelo, e fomos até a Pasarela a quase 2,5 km.

A trilha começa do outro lado da Pasarela, na comunidade Motoco Cardenas. Logo que atravessamos a passarela, há uma placa indicando o caminho para cachoeiras e para o refúgio. Seguimos a orientação de um morador e ignoramos a primeira placa. Na primeira placa deve-se ir no sentido contrário do que ela indica. Pegadinha…

Depois logo vem outra placa e a trilha é muito bem sinalizada em todo o percurso, com círculos nas cores vermelho, azul, branco e amarelo.

Durante o percurso há alguns cruzamentos de rios, mas em nenhum se molha os pés. Para os rios mais fundos, há pontes. 

As pontes estão um pouco velhas, mas ainda funcionais.

Em todo o percurso placas indicam quanto falta para chegar no refúgio Motoco e quanto já andamos desde a Passarela do Lago Puelo.

No meio do caminho tem um camping, que entendi ser do mesmo dono do refúgio. Mas por enquanto só está funcionando em alta temporada. 

Este camping também é conhecido como Portal de Motoco.

Depois de 5h30min de caminhada, descontando as paradas, chegamos enfim ao refúgio Motoco.

Subimos o equivalente a 803 metros.

Resumo Motoco
Total percorrido
Tempo
Subida
Descida
Altitude máxima
Dificuldade
16 km
5 a 6 horas
803 metros
220 metros
797 metros
Moderada Leve

Lago Duke

Do refúgio Motoco sae uma trilha que posteriormente irá se dividir em uma intersecção.

Pela trilha passamos por um Tobogã natural, que nos pareceu bem perigoso se aventurar.

Outro atrativo interessante no meio do caminho é a Playita Roja. Um bom lugar para descansar.

Até a intersecção são aproximadamente 2h30min de trilha. E neste ponto podemos escolher entre ir até o lago Duke ou até a Roca del Tiempo.

Seguimos para o lago e depois da bifurcação havia muita neve. Não era mais possível visualizar a trilha. A neve cobria boa parte dos troncos das árvores, escondendo muitos pontos vermelhos que indicavam o caminho.

Com a ajuda do GPS conseguimos nos orientar e chegar no lago Duke. 

Um pouco acima do lago há um mirante, onde de um lado está o lago e do outro lado, uma bela vista do vale.

Ida e volta foram 14 km. Demoramos um pouco, pois nos perdemos um pouco após a bifurcação.

Resumo Lago Duke
Total percorrido
Tempo
Subida
Descida
Altitude máxima
Dificuldade
14 km
6 a 7 horas
596 metros
567 metros
1320 metros
Moderada

Roca del Tiempo

Não fomos até o pré cume Roca del Tiempo, pois sabíamos que a neve estava muito alta e fofa. Neste ano de 2017, nevou muito nesta região.

O ideal é tentar essa trilha em pleno verão, entre janeiro e fevereiro.

Custos

Custos em pesos argentinos para 1 pessoa.

  • Camping Refúgio Motoco: $ 150,00/diária
  • Camping Las Rosas em Lago Puelo: $ 100,00/diária

Cotação em 01/12/2017:
US$ 1,00 = R$ 3,25 = $ argentinos 17,24

Resumo do trekking

  • País: Argentina
  • Cidades próximas: Lago Puelo (16 km), Bariloche (140 km)
  • Área: Área Natural Protegida Rio Azul – Lago Escondido
  • Distância total: 46 km
  • Duração: 3 dias
  • Subida acumulada: 1619 metros
  • Descida acumulada: 1590 metros
  • Altitude máxima: 1320 metros
  • Mapa da trilhaWikiloc
  • Previsão do tempo: Windguru
  • Período do trekking: final de novembro de 2017
  • Dificuldade: Moderada. Não precisa de experiência em montanhismo, mas é necessário bom condicionamento físico.

Dicas

  • O caminho para o lago Duke, estava coberto pela neve. O caminho que fizemos não está totalmente alinhado com a trilha oficial.
  • No verão, entre janeiro e fevereiro, a neve irá derreter, tornando a orientação das trilhas para o lago Duke e Roca del Tiempo mais fácil.

Dados sabáticos

662 km trilhados
63 noites acampando
24 cidades
16 áreas naturais
5 meses
3 países

Quer mais?

Acompanhe nosso dia-a-dia no Facebook. Abaixo, veja as outras trilhas que fizemos na Patagônia:

Cochamó
Acampe em La Junta no lindo vale de Cochamó no Chile.

Paso Rio Puelo
Travessia em trilha, do Chile à Argentina, chegando em Lago Puelo.

Bariloche
Não é só de esqui que vive Bariloche. Vá conhecer o Parque Nahuel Huapi.

Anúncios

Um comentário em “MOTOCO – um refúgio argentino perto de Chile”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s